Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Luz dos Arcanos

A Luz dos Arcanos

03.08.22

O Louco


Tarot e Cartomancia

Por vontade própria, sem egos ou julgamentos, por vontade da nossa decisão em aperfeiçoar a nossa alma, todos saímos da Casa Paterna, onde regressaremos um dia.

Toda a alma tem propósitos a cumprir, tem Carmas para resgatar e assim chegar a um nível de perfeição tão grande que um dia possa ficar na Luz.

A Carta do Louco, fala-nos nisso mesmo. Na decisão em viver neste mundo, meio inconscientes, como criança que agarra na trouxa às costas para se fazer à vida. Na vida temos uma boa dose deste arcano. Somos crianças inocentes, inconsequentes com tendencia a tomar consciencia ao logo da nossa caminhada.

Este arcano fala-nos da pureza, da fé, da simplicidade e da ingenuidade de quem começa a trilhar caminho. Fala-nos também de coragem, de decisão e de protecção superior.

Para hoje, desejo que tal como o nosso Louco, sejamos crianças puras, inocentes mas conscientes num mundo em que o precipicio é uma constante mas em que nos mantemos firmes do caminho a seguir.

Boa jornada! 

                                                                                                                                                                                                                                  

O Louco.jpg

15.07.22

Apresentação


Tarot e Cartomancia

Iniciei a minha caminhada espiritual há alguns anos, desde então tenho aprofundado conhecimentos e tentado perceber este caminho, que penso ser o meu propósito de vida.

Sou mestre-Reiki , faço leituras de Aura e Regressão e faço consultas de Tarot e Cartomancia.

O meu propósito é ajudar todas as pessoas que procuram respostas e orientações para melhor traçarem o seu caminho.

Sou uma apaixonada por Tarot e, por isso, e também para promover o meu trabalho e dar-me a conhecer ao mundo, crio este blog, onde irei partilhar meditações e mensagens dos Arcanos.

Convido-vos a visitarem-me e a ficar um pouco por aqui.

A Luz dos Arcanos, um blogue onde podem questionar, partilhar e desabafar.